Os Portugueses confiam mais na TV como fonte de notícias

A Caixa Mágica tem os dias contados? Parece que não. Ainda é o meio mais utilizado para consumo de notícias entre os utilizadores de Internet em Portugal, segundo um estudo desenvolvido pela ERC. Os números são reveladores: “mais de nove em cada dez inquiridos identificaram os programas televisivos noticiosos como um recurso que utilizaram para consulta de notícias (93%)”.
Quanto ao desempenho dos Meios Digitais neste estudo, temos uma surpresa, apenas 18% dos inquiridos respondem as ’Redes Sociais’, muito longe dos 66% que responderam ‘Televisão’, 29% (Jornais Impressos) e por último 17% (os sites e apps de jornais).

Muito se tem falado de uma nova tendência que tem conquistado terreno – o Jornalismo em Tempo real, que no fundo é uma resposta às redes sociais e ao facto de estarmos constantemente ligados e podermos, qualquer um de nós, criar uma notícia. No entanto, a democratização do Jornalismo também descredibiliza o Meio Digital e contamina a ideia que temos daquilo que lemos nas redes sociais.
Por mais que a tecnologia seja determinante nas nossas vidas, ainda atribuímos as seguintes características à velhinha caixa mágica, no que diz respeito às notícias: rigor e excelência.

2 thoughts on “Os Portugueses confiam mais na TV como fonte de notícias

  1. Penso que os canais noticiosos contribuem muito para os resultados desse estudo. Sem eles, possivelmente as pessoas iriam recorrer mais aos sites e apps dos jornais, uma vez que apenas teriam 3 ou 4 blocos noticiosos por dia. Interessante o facto das pessoas continuarem a preferir a televisão, talvez porque a noticia dada com rosto se torna para todos nós mais credivel e rigorosa. Parabéns pelo post!

    Gostar

    1. Obrigada pelo comentário, Bruno!
      O facto de terem surgido em Portugal, nos últimos 10 anos, canais dedicados 24h/dia às notícias deverá ter um peso neste estudo, sim. Conseguimos, a partir desses canais, ter uma visão bem mais completa da actualidade do que propriamente o apontamento que as redes sociais nos dão. E esse apontamento, embora importante porque muitas vezes é o primeiro meio que nos dá as notícias (os smartphones fazem com que estejamos SEMPRE ligados), ainda não consegue fazer com os consumidores confiem totalmente neste meio, quando o objectivo é aprofundar detalhadamente um determinado assunto.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s