A utilidade e compaixão da tecnologia!

Os atentados da sexta feira 13, em Paris, elevaram as redes sociais a um novo patamar!

Como seria de esperar, logo que foram conhecidos os primeiros atos terroristas na capital francesa, as plataformas online foram inundadas de noticias, de comentários, de reflexões, de demonstrações de solidariedade e de preocupações. Para muitos, a maior preocupação era saber se os seus entes queridos estariam a salvo da onda terrorista que invadia as ruas da capital francesa.

A pensar nessa preocupação, prontamente o Facebook disponibilizou a aplicação, que já antes tinha sido usada aquando do sismo que arrasou o Nepal, que permite encontrar pessoas que estejam nas localizações onde se desenvolvem os acontecimentos trágicos. No caso concreto dos atentados de Paris, a aplicação permitiu que as pessoas, que estavam na cidade, fossem marcadas como estando em segurança.

Uma vez que a telecomunicações móveis sofreram alguns problemas devido aos elevado número de utilizadores que tentavam contactar amigos e familiares através de chamada telefónica ou por sms, o Facebook posicionou-se como uma alternativa aos contactos tradicionais.

Dia 13 de Novembro de 2015, ficará para sempre marcado por estes atentados que roubaram a vida a cerca de 130 pessoas, mas também pela onda de solidariedade e pela eficácia das redes sociais em funcionarem como um meio viável de auxílio às vitimas. Por exemplo no Twitter, surgiram pessoas que prontamente se disponibilizaram para receber e dar auxílio àqueles que conseguiram fugir das zonas onde foram perpetrados os ataques. Foi criado o hashtag #PorteOuverte (#PortaAberta) que permitiu colocar em contacto as vitimas e aqueles que queriam ajudar.

Já o gigante americano Google, anunciou que as chamadas para França, realizadas através da aplicação Hangouts, serão gratuitas. Esta funcionalidade estará disponível em dispositivos móveis com os sistemas operativos iOS e Android.

As redes sociais, uma vez mais, mostraram que podem ser muito mais do que um meio para estabelecer meras relações sociais virtuais, provando que podem ser uma ferramenta bastante útil até em acontecimentos como aqueles que espalharam o terror em Paris.

Por fim, queremos expressar toda a nossa consternação com os acontecimentos ocorridos na noite de sexta feira e deixar uma homenagem a todos aqueles que perderam a vida nos atentados, sejam eles em Paris ou em qualquer outra parte do mundo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s