Redes sociais: dos ‘baby boomers’ à geração Z

HOJE TODOS PODEMOS ACEDER À INTERNET E CONSEGUIMOS NAVEGAR POR ESTE MUNDO VIRTUAL DE FORMA SIMPLES E RÁPIDA. MAS ESTA PLATAFORMA NÃO ACOMPANHOU TODAS AS GERAÇÕES E É POR ISSO QUE NEM TODAS AS PESSOAS TÊM A MESMA PERCEPÇÃO, MODO DE USO E PRESENÇA NESTA QUE É A REDE QUE LIGA DIFERENTES PESSOAS AO REDOR DO MUNDO.

É por esta razão que se pode fazer uma curta viagem no tempo para perceber qual a presença de cada geração nas redes sociais, de que modo as utilizam e quais são os tipos de conteúdos que privilegiam.

  • Baby boomers (50-65 anos): a sua atenção é mais direccionada para sondagens e questionários na medida em que gostam de partilhar as suas opiniões em relação a variados temas. Está, sobretudo, presente no Facebook.
  • Geração X (36-40 anos): é uma geração que viu surgir as novas tecnologias e que dá preferência a partilhas e a conteúdos que permitam maior envolvimento, especialmente através de comentários. O meio de contacto privilegiado é o e-mail e começa a existir uma maior adesão ao Pinterest.
  • Geração Y (20-35 anos): nasceu numa época de grandes avanços tecnológicos e é composta por utilizadores que interagem com as marcas e que têm em conta as referências de outros consumidores. Consomem grandes quantidades de informação, divulgam conteúdos, fazem comentários e mantêm contacto constante com outras pessoas através das redes sociais, sobretudo Facebook, Instagram e Twitter.
  • Geração Z (13-19 anos): engloba os utilizadores que já nasceram quase com um computador nas mãos e por isso estão constantemente presentes em quase todas as redes sociais. Como a sua comunicação é feita essencialmente através destas plataformas virtuais, é considerada a geração com utilizadores mais isolados no seu mundo. Dão maior importância ao que está relacionado com a sua vida pessoal e têm menos tempo de atenção quando se trata de artigos extensos. É por isso que a utilização de imagens e vídeos conseguem ter mais atenção desta geração.

Através de um estudo realizado pela Marktest, em Portugal o Facebook é a rede social mais utilizada com uma taxa de adesão de 93,6%, seguida do Youtube com 41,4% e da Google com 40,2%. As redes sociais com menos utilizadores são o LinkedIn, o Instagram e o Twitter, com percentagens de 37,3%, 28,9% e 23,6%, respectivamente.

Embora existam algumas diferenças na forma de uso, a maioria das pessoas hoje já está presente nas redes sociais, que se encontram em constantes desenvolvimentos e atualizações. Qual será a próxima que irá chamar a nossa atenção?

Texto por: Daniela Matos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s