The Shed at Dulwich

Até há umas semanas era este o nome do restaurante com a melhor classificação dos 18.092 restaurantes londrinos registados no TripAdvisor. E se fosse só por isto, a nossa história terminava aqui. Mas não. Esta história acaba de começar e…. tam-tam-tammm (entra aquela música do superzoom no Instagram).

96 críticas, 5 estrelas e meses de espera para se conseguir uma mesa. O “The Shed” era um dos mais exclusivos restaurantes de Londres. O único problema deste oásis da cozinha moderna? Nunca existiu! Leu bem. O “The Shed” era fruto de uma experiência levada a cabo pelo jornalista da Vice, Oobah Butler, que queria perceber se conseguia fazer chegar um restaurante fictício até ao topo da lista dos melhores restaurantes de Londres.

E como é que isto é possível? – perguntam vocês. Bem, a ideia já lá estava e, para muitos, este seria o passo mais difícil. No entanto, o restante processo implicou um pouco mais de imaginação.

1º passo: comprar um telefone pré-pago. Todo o restaurante de luxo fictício necessita de um contacto telefónico! Custo: 11€.

2º passo: a morada. Onde é que este paraíso gastronómica se iria situar? Oobah sabia que, se definisse uma morada específica, rapidamente lhe descobriam a careca. Logo, o passo mais lógica seria tornar o restaurante tão, mas tão exclusivo, que qualquer festa da Revenge of the 90’s ficaria envergonhada com o secretismo à volta do “The Shed”. Ou seja, se quisessem saber a morada, teriam que fazer uma reserva. O único detalhe que Oobah revelou foi que o restaurante se situava em Friem Road.

3º passo: a ementa! Há muita coisa importante num restaurante. Decoração, Localização, Equipa, etc.. Mas a ementa é meio caminho andado para vender um restaurante e Oobah estava bem ciente disso mesmo. Então criou um site, Facebook e Instagram, para promover os pratos incríveis que o “The Shed” tinha para oferecer aos clientes. Sem recorrer a banco de imagens, foi para a “cozinha” e o resultado foi este que se segue:

IMG_0666IMG_0667IMG_0669

O resultado ficou fantástico e não foi preciso esperar muito tempo para que Oobah recebesse o seguinte e-mail por parte da equipa do TripAdvisor:

“Estamos entusiasmados por lhe dizer que o seu pedido foi aprovado e está no nosso site para que toda a gente possa ver. (…) Obrigado por nos dar a oportunidade de permitir que a comunidade TripAdvisor conheça o The Shed at Dulwich”. 

O problema é que Oobah não é Chef nem sequer admite ter apetência para estar numa cozinha, mas o que lhe falta de Chef ganha como mestre de ilusão. Os tão apetitosos pratos não passavam de acessórios!

Na primeira imagem, Oobah usou uma esponja, tinta castanha e espuma para a barba.

IMG_0671

Na segunda imagem, o truque foi usar pastilhas de lixívia, espuma para a barba, mel e pimenta preta moída.

IMG_0670

Neste último prato, o jornalista foi mais longe e, apesar de ter usado um ovo estrelado verdadeiro, pimenta preta e salsa, o herói deste prato foi…? O pé descalço de Oobah (onde encostou o ovo).

IMG_0672

Claro que estas fotografias só mais tarde foram partilhadas. Lembram-se daquela série de um mágico escondido atrás de uma máscara (certamente contando que seria o melhor para a sua saúde) desmistificava os maiores segredos de magia do mundo? Oobah fez o mesmo com os seus “pratos”, só que neste caso a nossa vontade de comer passava a… nenhuma!

No primeiro dia, o “The Shed” ocupava a última posição no TripAdvisor em Londres. Foi nesta altura que o jornalista começou a pedir a vários amigos que fossem às várias redes sociais e deixassem reviews positivas ao tão recente restaurante da lista. Para que a mentira não fosse detectada, pediu que o fizessem de diferentes computadores e contas.

Não foram precisas mais do que 2 semanas para que o “The Shed” estivesse entre os 10 mil melhores restaurantes de Londres. E também não tardou a receber a primeira chamada no tal telefone pré-pago. As pessoas queriam fazer uma reserva para o restaurante. Oobah teve de responder que não tinham mesas nas seguintes 6 semanas. No dia seguinte, um novo contacto, uma família para daí a 4 meses. E… de repente, as chamadas não paravam! E-mails, mensagens, de todos os lados e das mais altas esferas de Londres.

Oobah disse que a certa altura o seu restaurante estava na berra:

“O mistério e a exclusividade do espaço é tão atraente que as pessoas perdem a noção. A certa altura, estão a babar para fotografias de um ovo encostado ao meu pé.”

Em Agosto deste ano, o “The Shed” já estava em 156º lugar no ranking do TripAdvisor. A certa altura, já recebia pedidos de reserva (inclusive de fora do Reuni Unido), chegou inclusive a ser parado na sua rua por pessoas que tentavam encontrar o tão afamado restaurante. Certo dia, após uma festa em casa de amigos, o jornalista esqueceu-se do telefone. Quando o foi buscar… 116 chamadas não atendidas! Oobah tinha claramente perdido a mão a toda esta farsa.

No dia em que o TripAdvisor contactou o jornalista, este tinha a certeza de que tinha sido apanhado e a farsa ia terminar. Mas não. Rapidamente Oobah descobriu que no dia 1 de Novembro o seu restaurante tinha chegado ao topo do ranking do TripAdvisor, ocupando o número 1 na lista dos melhores restaurantes de Londres e que, no dia anterior, só o seu restaurante, tinha sido responsável por 89 mil pesquisas no site.

Oobah Butler, no final desta sua aventura, contactou o TripAdvisor e explicou que tudo não tinha passado de uma farsa. O restaurante foi entretanto apagado. No entanto, podem ver aqui um arquivo em que toda a página do “The Shed” foi guardada para a posteridade.

 

Texto por: Ivo Sousa Martins.

One thought on “The Shed at Dulwich

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s