Museus Sociais: Somos todos Bem-vindos!

Já aqui falámos sobre o facto de o Snapchat se ter transformado numa galeria de arte, lembram-se?

Pois bem, parece que as redes sociais são um mar de possibilidades para o universo da Arte, os novos “museus” – ou uma extensão dos mesmos.

Senão vejamos: já há algum tempo que o Met – The Metropolitan Museum of Art, em Nova Iorque, utiliza as potencialidades do Facebook Live. Desde visitas guiadas informais ao museu da 5ª Avenida, até inaugurações em directo, passando por antevisões aprofundadas de exposições, o Met tem sabido usar as redes sociais para promover o seu trabalho.

O Facebook, por exemplo, deu provas de ser capaz de abolir fronteiras ao unir museus de vários cantos do mundo! Existem cinco versões diferentes da obra “Sunflowers”, do holandês Vincent van Gogh, cada uma delas num museu diferente. E todos eles se “encontraram” num Live do Facebook.
A emissão em directo começou no Facebook da The National Gallery, em Londres, e seguiram-se apresentações do Van Gogh Museum em Amesterdão, do Neue Pinakothek em Munique, do Philadelphia Museum of Art e do Seiji Togo Memorial Sompo Japan Nipponkoa Museum of Art, em Tóquio. Curadores de cada museu explicaram a importância e as nuances de cada uma das suas versões da obra, em sessões de 15 minutos.

(Crédito: Vincent van Gogh [Public domain], via Wikimedia Commons)

E se existem mais de 7 mil milhões de pessoas no mundo, porque é que não podemos ter sósias no mundo artístico? A Google não quis deixar esta dúvida avassaladora a pairar sobre as nossas cabeças e lançou a app Arts & Culture, que cria uma correspondência entre o rosto dos utilizadores e o de pinturas famosas e não só. A app, que está disponível tanto para iOS como para Android, não é recente, mas as boas ideias merecem ser celebradas a qualquer altura, certo?

O propósito inicial da aplicação não era este. A Arts & Culture foi criada para que os utilizadores se conhecessem entre si, aprendessem sobre o mundo artístico, sobre História e visitassem obras de arte no mundo inteiro. Para isso, partilha o We Are Social Media, a Google colaborou com mais de 1200 museus internacionais, galerias e instituições de 70 países, para que as suas exposições estivessem disponíveis para todos online.

Até que o mundo descobriu este “bónus”! Ao tirarmos uma selfie na aplicação, a Arts & Culture procura na sua base de dados pelo retrato que melhor se adequa ao nosso rosto! Não é, portanto, de estranhar que milhões tenham aderido à app, figuras públicas incluídas!

E desse lado, conhecem alguma acção de um museu (ou de um conjunto de museus) que gostassem de partilhar?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s