Ainda se lembram do Vero? 

Há umas semanas fomos todos na onda das notícias e criámos perfis pessoais na rede social de que mais se tem falado nos últimos tempos. Conto-vos o que achei:

Estou a escrever sobre a experiência e só me consigo lembrar do azul bonitinho dos balões de chat. Mas comecemos pelo primário. 

 Definiria o Vero como uma junção de GoodReads e Instagram. No perfil pessoal é logo evidente que podemos adicionar livros que já lemos, os que estamos a ler e os que queremos ler a seguir. O mesmo acontece com filmes. Locais. Links. Música. E, claro, fotografias. 

Podemo-nos conectar com conhecidos. A certa altura, podemos separar os amigos dos seguidores. Dessa forma, o nosso conteúdo tem a opção de estar visível só para nós, só para amigos chegados, conhecidos ou seguidores/público. Do que vivi até agora nesta rede social, (muito) poucos são os conhecidos. Ninguém comenta. Todos se limitam ao like (igualzinho ao do Instagram). A maioria dos seguidores chegam até nós através das #hashtags que utilizamos nas fotografias publicadas, tal como acontece no Instagram. 

Há umas semanas, tudo falava disto.

Hoje já não ouvimos falar do Vero. As pessoas perderam o entusiasmo com a rede social de layout negro e pesado. Será que daqui a uns meses largos vou estar a escrever-vos sobre o pico alto desta rede social?

Texto por: Daniela Carreira Peralta

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s