SHORTS: a nova funcionalidade do Youtube

Uma das tendências que tem dominado as redes sociais é a dos vídeos curtos. O Shorts é a aposta da Google e do Youtube neste conceito.

Depois da apresentação da versão beta do Shorts na Índia e posterior expansão nos Estados Unidos da América, o Youtube anunciou que esta funcionalidade está disponível para os utilizadores no Reino Unido, Canadá e América Latina.

Os Shorts são vídeos verticais de 60 segundos, uma novidade face às outras plataformas onde se podem encontrar estes conteúdos, o que se traduz numa nova experiência de criação e visualização de vídeos curtos e apelativos diretamente no telemóvel. 

O que é preciso para criar Shorts? Um smartphone, a câmara do Youtube Shorts e uma boa dose de criatividade. Depois de filmar o vídeo é possível adicionar uma música ou um áudio de outro Shorts. Também existe a possibilidade de adicionar texto e decidir quando este aparece e desaparece. Para além disto, a ferramenta de controlo da velocidade da gravação também está presente.

Os visitantes do Youtube podem encontrar os Shorts em diferentes locais como no separador “Shorts”, através da página inicial, nas subscrições e nos destaques na página de um canal. Ao clicar num destes vídeos curtos, os utilizadores podem fazer scroll para ver mais vídeos de seguida.

A aposta por parte dos criadores de conteúdo neste conceito é importante na medida em que há cada vez mais pessoas no mundo a ver Shorts – o Youtube Shorts já ultrapassou 6,5 milhões de visualizações diárias. Para além disso, usar os Shorts permite gerar alcance, de forma adicional, a novos públicos, pois trata-se de uma ponte com os 2 mil milhões de utilizadores do Youtube.

O Youtube recomenda algumas práticas que podem ajudar a conseguir alcance nos Shorts como a preocupação em tornar os primeiros segundos apelativos, para captar a atenção; a importância de manter um ritmo adequado e de pensar em formas de incentivar reproduções adicionais, porque os Shorts repetem; a exposição de momentos de behind the scenes para criar uma relação de proximidade com os visitantes; o recurso a momentos, eventos ou músicas populares para aumentar a relevância do conteúdo e, por fim, a recomendação mais referida – a inclusão de #Shorts no título ou na descrição do vídeo para que seja descoberto mais facilmente pelos utilizadores.

O fundo do Youtube Shorts, de 100 milhões de dólares, é a recompensa a ser repartida pelos criadores dos Shorts de maior sucesso, até a testagem da inclusão de anúncios estar concluída e haver soluções de rentabilização a longo prazo.

Queres saber mais sobre a nova aposta do Youtube? Assiste ao vídeo que se segue e descobre mais sobre os Shorts!

Texto: Madalena Ferreira

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s